Topo
Blog do Leo Dias

Blog do Leo Dias

José Loreto se explica sobre nova polêmica: “menos julgamentos”

Leo Dias

05/09/2019 11h50

José Loreto (Reprodução/Instagram)

O ator José Loreto enviou, a pedido do Blog Leo Dias, uma explicação sobre uma nova polêmica envolvendo seu nome. Tudo (re)começou no último fim de semana no Ceará. Segundo informações que ganharam força na internet, Loreto teria se recusado a fazer uma foto com uma senhora dizendo, supostamente, que "não era o Mickey e que ela não estava na Disney". A repercussão foi tamanha que a marca de alimentos Seara, que havia contratado Loreto para um evento ontem à noite, o desconvidou e chamou no lugar o ator Rafael Vitti.

Loreto foi procurado ontem pelo blog e hoje enviou um texto explicando a situação: "O que dizem que aconteceu no Ceará é mentiroso. Jamais recusei tirar uma foto alegando não ser "o Mickey na Disney". É incabível pensar que eu seria arrogante dessa maneira. (…) O que pedi a uma das fãs que me abordaram no Ceará foi que se acalmasse para que pudéssemos tirar a foto sem chamar a atenção de todo mundo, para que não ficássemos expostos que nem o Mickey na Disney… Falei isso entre sorrisos que trocamos, com leveza, e a foto feita. Alguém que ouviu pode ter interpretado da pior maneira possível ou tirado do contexto, talvez de forma maldosa, para criar polêmica mesmo. Se foi esse o intuito, conseguiu."

Veja também:
Luan Santana repetirá show grandioso de DVD em estreia da nova turnê no Rio
Ivete, Daniela e Gil vão ao terreiro do Gantois homenagear Mãe Carmen
Felipe Araújo grava DVD e fala da 'crush' Paolla: "Vou sempre esperá-la"

Por fim, Loreto comenta a perda do trabalho com a Seara: "Se algum possível trabalho caiu, não foi devido a algo que fiz, mas a algo que inventaram a meu respeito. Luz na caminhada de todos nós, mais empatia e menos julgamentos."
Leia abaixo a íntegra do texto que José Loreto enviou ao Blog do Leo Dias.

"Olá! Evito responder para não fomentar tanta irrealidade, mas vou quebrar o padrão desta vez. A minha maior satisfação enquanto artista é receber carinho do público, não há pagamento mais gratificante do que este. Tenho total consciência de que, vira e mexe, estou na casa das pessoas, pela tela, e isso dá uma impressão de intimidade comigo. Quando me pedem para tirar uma foto ou simplesmente querem trocar uma ideia, dou o máximo de atenção possível, com o maior prazer do mundo. Mas nem sempre podemos atender a todos, a qualquer hora. Alguns exemplos práticos que aconteceram comigo: já perdi vôo por parar mais tempo do que eu poderia para atender pessoas queridas no aeroporto; depois disso, quando estou atrasado, digo com carinho que não posso parar ou até peço para que me acompanhem até o embarque. Também já precisei dizer que não poderia esperar a família toda de alguém chegar para uma foto porque eu estava correndo para o banheiro (todo mundo sabe o que é estar "apertado"). Já evitei tirar uma foto quando tinha acabado de receber a notícia triste da perda de alguém que eu amava porque isso me impedia de estar feliz e sorridente, por mais que aquele fã não tivesse ideia alguma do que se passava dentro de mim. São poucas, mas existem essas situações em que posso ter parecido antipático ou até deslumbrado com o lugar que orgulhosamente ocupo, talvez provocando uma má impressão em quem também não teve sensibilidade para entender que, naquele momento, eu não tinha condições de atender o desejo de uma pessoa. O que dizem que aconteceu no Ceará é mentiroso. Jamais recusei tirar uma foto alegando não ser "o Mikey na Disney". É incabível pensar que eu seria arrogante dessa maneira. A forma que estão me pintando não condiz com o retratado. Sempre tratei todos com educação e jamais desrespeitaria alguém que vem me dar carinho – não faço isso nem com quem me ataca, pois acredito que tudo volta pra gente, então vou no afeto. O que pedi a uma das fãs que me abordaram no Ceará foi que se acalmasse para que pudéssemos tirar a foto sem chamar a atenção de todo mundo, para que não ficássemos expostos que nem o Mickey na Disney… falei isso entre sorrisos que trocamos, com leveza, e a foto feita. Alguém que ouviu pode ter interpretado da pior maneira possível ou tirado do contexto, talvez de forma maldosa, para criar polêmica mesmo. Se foi esse o intuito, conseguiu. Fiquei triste por ser mostrado com quem não sou, ainda mais em um lugar que sempre me recebe de braços abertos e com tanto carinho. Mas sigo com a consciência tranquila de quem sempre respeitou os fãs e que, também, sabe pedir desculpas e assumir erros. Mas, nesse caso, não posso assumir um erro que não é meu.
Se algum possível trabalho caiu, não foi devido a algo que fiz, mas a algo que inventaram a meu respeito. Luz na caminhada de todos nós, mais empatia e menos julgamentos."
José Loreto

Sobre o autor

Leo Dias é jornalista e apresentador do programa “Fofocalizando”, do SBT. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos.Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: “A fama tem um preço estou aqui para cobrar”.

Sobre o blog

Notícias exclusivas sobre o mundo das celebridades e os bastidores do show business no Brasil.