Topo
Blog do Leo Dias

Blog do Leo Dias

Após pisão e muitas polêmicas, Ferrugem anuncia: "Vou buscar tratamento"

Leo Dias

26/06/2019 11h32

Ferrugem (Foto: Reprodução/Instagram)

No auge de sua carreira musical, o nome de Ferrugem, nos últimos meses – e, mais especificamente nas últimas 48 horas – esteve estampado em diversos noticiários, mas não por seu trabalho e sim por muitas polêmicas. Em dois dias seguidos, vídeos do artista com reações bruscas em shows dominaram a internet – primeiro na segunda-feira, com ele abandonando o palco após levar bebida na cara, e, ontem, como se não pudesse piorar, dando um pisão no braço de uma pessoa que assistia seu show.

O Blog do Leo Dias, assim como você, leitor, ficou com uma imagem ruim do artista. E, mesmo ouvindo de colegas famosos que ele era um 'cara gente boa', a impressão que fica é a do que vimos nos vídeos. Por isso, fomos em busca de uma entrevista com o pagodeiro, acreditando que, de alguma forma, ele pudesse e merecesse se explicar.

Veja também:
Ferrugem se envolve em confusão com ex-músico e caso vai parar na Justiça
Fã acusa Ferrugem na Justiça por celular quebrado e ele se defende

Ferrugem foi blindado de falar com este blog de todas as maneiras. Assessoria disse não, depois "somente por e-mail", "somente no dia seguinte", empresário contra, gravadora Warner Music tentando blindá-lo de todas as formas, mas foi com a ajuda de amigos do blog que conseguimos o telefone direto do artista. A conversa – que começou pelo Whatsapp – foi bastante sincera com este jornalista e, por isso, merece sim ser compartilhada aqui.

Após as polêmicas, Ferrugem admite que não sabe separar o lado artista do lado pessoa física e, por isso, muitas vezes reage sem dimensionar as consequências. Ele se desculpa, revela que levou um puxão de orelha da gravadora, assessoria, do pai, e até mesmo da mulher, que, segundo ele, sempre prefere ficar de fora de assuntos profissionais. O artista buscará tratamento e iniciará ajuda com psicólogo.

Leia a entrevista completa com Ferrugem:

BLOG DO LEO DIAS – São várias polêmicas que seu nome está envolvido. Especificamente os dois últimos dias foram pesados, certo? Como você nos conta eles?

FERRUGEM – Tudo começou no show do "Forró do Bosque". Desde que chegamos lá sabia que não ia rolar a possibilidade de se apresentar, mas insisti para fazer o show pelo público. Faltava estrutura, equipamento, camarim para banda, uma complicação atrás da outra. Brigas no meio do público. Tudo isso já mexia com a minha cabeça antes do show. Muitas coisas aconteceram para deixar minha cabeça a milhão e, para finalizar jogaram um copo em mim. Naquele momento me senti vulnerável, não queria parar o show para dar lição de moral, e tive a reação mais passiva que eu poderia tomar. Deixando o palco. Fui embora porque não merecia aquilo. Estávamos sujeitos a problemas muito maiores ali se eu continuasse. As pessoas que me jogaram o copo em nenhum momento foram repreendidas. Primeiro vem o copo, depois jogam gelo, isso encoraja o público. Só tentei que aquele show acontecesse por conta do público, mas no dia seguinte foi o 'bafafá' que todos viram.

E aí veio o show do dia seguinte, com o pisão.

Sim, e eu ainda me sentia vulnerável, com a cabeça no show anterior. Não tinha virado a página ainda, sabe? Mas o segundo show foi extremamente maravilhoso. Dancei com pessoas, brinquei. Mas teve o momento do pisão e eu não me orgulho nada em ter feito isso. Foi uma reação tomada pelo calor do momento. Aquele cara enfiou a mão entre a minha meia e a minha calça e começou a cravar a unha na minha perna. E ele ria. Mas nada justifica. Eu nunca deveria ter ultrapassado meu limite. Mas aconteceu. Eu me enxergo igual à todos, sabe? Se tivesse noção do lugar que hoje ocupo não teria feito isso.

Você não tinha noção da repercussão que isso teria?

Que nada. Às vezes eu até esqueço que sou artista. É o meu jeito.

Todos falam que você é um cara gente boa, amigos do blog, artistas. Mas quando vemos reações suas assim ficamos sem entender.

Claro, eu imagino que essas reações causem mesmo estranheza. Meu sangue esquenta muito fácil e eu preciso aprender a lidar com isso. Entendo perfeitamente que sempre vão colocar a culpa em mim, ninguém quer ver o outro lado. Mas não consegui pensar naquele momento que eu precisaria ter uma reação pra agradar a todos.

Quais foram as consequências disso tudo?

Foi como acontece em qualquer família. Meu pai brigou comigo e também quando digo "pai" estou falando também no sentido figurado, com o pessoal do meu escritório, que são "meus pais". Até minha esposa disse que eu estava errado, e ela nunca fala nada. Ela me disse que eu precisava me retratar, melhorar as atitudes, deixar para explodir em casa.

Os 'Stories' que você gravou após os acontecidos tiveram permissão da gravadora ou assessoria?

Não pedi autorização de ninguém. Só queria me defender. Recebi até um direct me chamando de "assassino" depois dos vídeos. Chegou ao extremo e eu precisava me defender.

Você passará a se policiar?

Preciso. Não que eu morra de medo da minha carreira acabar, mas a música é minha paixão e preciso disso.

Já fez terapia?

Nunca fiz e tinha preconceito com isso. Mas também recebi um toque do meu empresário e passarei a fazer. Preciso de tratamento. Vou buscar sim uma terapia.

Tem consciência que está em seu auge?

Total. É meu melhor momento, por isso estou tão abalado.

O Ferrugem, a partir de hoje, será outra pessoa?

Com certeza. Sem dúvida alguma. Não tem nem o que falar.

*Com colaboração de Lucas Pasin

Sobre o autor

Leo Dias é jornalista e apresentador do programa “Fofocalizando”, do SBT. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos.Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: “A fama tem um preço estou aqui para cobrar”.

Sobre o blog

Notícias exclusivas sobre o mundo das celebridades e os bastidores do show business no Brasil.